Eu nasci numa Era errada

A cada dia que se passa eu me sinto mais morta, eu estou me sentindo presa a um mundo que sinto que não pertenço, parece que nasci numa Era errada. Um século de maus pensamentos, maus costumes, mortes, fome, desastres e fezes. Não, nada disso acontece comigo, eu tenho uma família ótima, e tenho uma vida que muitos desejariam, mas o problema que eu não ligo para isso, eu só quero poder ver um céu estrelado longe da cidade, quero respirar um ar puro que sei que nunca experimentei, eu quero estar em um lugar silencioso no som dos pássaros, quem nunca…

Eu não aguento mais andar na rua, e ver pessoas dormindo no asfalto frio, molhado, pessoas se drogando, um matando o outro, sendo que são da mesma espécie, todos somos seres humanos e agimos como se fôssemos animais! A cada dia eu ouço tanta coisa no jornal… Como a presidência pode andar de cabeça erguida enquanto crianças choram? Como outra pessoa pode matar a outra por ganância? O que o demônio faz nas cabeças das pessoas me mata. Todos os dias eu olho nos olhos dos outros, pode me chamar de louca, não sei oque é isso, mas eu sinto uma energia negativa dentro de mim, eu vejo portais passageiros para o inferno em massa. Pessoas torturadas, sequestradas, mortas, sangue derramado, gritos e desesperos de mães que não puderam dizer adeus. Tanto preconceito, ações limitadas, sendo o limite criado pelo corrupto da esquina. Estupro, Pedofilia, prostituição, mentes sádicas, olhos abrindo janelas diretas para o desejo sexual, o prazer temporário que alimenta o sangue cinza dos pequenos curtas metragens da vida. Eu observo animais morrendo, tento não pensar, mas se repeti em meus sonhos, por algum motivo se repeti em meus pensamentos. Eu vejo pessoas morrendo, se suicidando. Nas ruas se quer um Bom dia, Boa tarde ou um Boa noite. Como se as pessoas em volta fossem distintas, mas somos espiritualmente ligados, até para os que não acreditam em alguma religião, devem saber que nós viemos do mesmo mundo, da mesma evolução.

Eu vou para escola, e os meus colegas zuando a aula inteira, como podem numa escola onde seus pais ralam para pagar, ficarem na poça de risadas a piadas tão sujas.

A ganância e o pecado gerado no decorrer da evolução humana, tem demônio de perna solta. Com essa frase que eu criei aos poucos, é o que eu mais penso e mais reflito, mesmo que eu não queira. Não sei que futuro Deus traz para mim, mas eu não ligo para o meu futuro o que eu mais me preocupo é com o futuro do mundo. O engraçado é como podemos destruir tão rápido um mundo tão maravilhoso, suas mil maravilhas naturais sendo dizimadas ao longo do tempo.

Eu não aguento, acho que não aguento, tanta maldade, tanta desordem, tantas religiões, conflitos, tantas mortes… Podem não me entender, mas isso me mata, eu morro aos poucos, acho que estou ficando depressiva por cauda do mundo. Tanta gente que nem ao menos se lembram que estão vivos, e…

Minha mente é tão sobrecarregada para minha idade. Minhas amigas dizem que pelo jeito que penso sou mais velho do que devia, não é culpa minha se o mundo me pegou de surpresa, sinto falta dos meus momentos relaxantes.

Além disso, eu tenho outro problema que não sei o que é. Com o tempo minha risada ficou diferente, eu tinha uma risada forte e solta, eu sentia ela na minha barriga, era tão bom… Mas por algum motivo quando dou risada eu enxergo embaçado, tudo que fica em minha mão eu derrubo, meu corpo fica dormente, não sai nenhum som, e as vezes eu tenho espasmos leves, eu tento esconder meu rosto, mas não tenho força para levantar a minha mão para colocá-la em meu rosto. E também eu me sinto tonta quando ando em algum lugar diferente, ou vejo algo que nunca vi, é como se meu cérebro rejeitasse aquela informação. Se alguém souber o que é por favor diz, eu falo para meus parentes e eles dizem que estou fingindo.

 

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

9 Comentários

  • Queria viver no século XVII

  • Recomendo q procure um profissional… Ja passei por coisa parecida e tenho despersonalizaçao.

  • É isso, este mundo é uma eca mesmo, não há o que negar do teu testemunho.

  • Guardando as devidas proporções, concordo com o que vc diz e também vejo as coisas de certa forma parecida com sua visão. De poucas coisas eu tenho certeza, mas de uma coisa eu tenho certeza. Este mundo não é de Deus, se é que ele existe. Um dado do FBI, diz que se mata mais em nome de Deus do que do diabo. Não há duvida que nos mesmos é que fazemos da nossa vida um inferno, fazemos desse mundo um inferno, o desrespeito pelo próximo acho que é a fonte de toda essa situação de desconforto que sentimos. Não suporto aglomerado de gente, barulho, musica alta, cães latindo. Gosto muito de ficar sozinho, adoro olhar o céu e ver as estrelas, constelações, as nuvens se movimentando. Nestes dias eu estava viajando com minha esposa, uma viagem de 3 horas por um local bonito, bela natureza e nas 3 horas somente ouvi conversas sobre conta, preço da carne, gasolina subindo, problema da vizinha e corrupção, no entanto, ela não percebeu a beleza do local, as formações do relevo, o por do sol. Acho que as pessoas estão refratarias as belas coisas da vida, só se interessa pelas coisas ruins. Religião então, um total desrespeito ao próximo, sermão de pastor, eles falam como se fosse o dono da verdade, uns analfabetos, uns bandidos. Por isso está cheio de Eduardos cunhas por aí. Não sou uma pessoa da cidade, sou do mato e meu objetivo é voltar morar onde eu nasci e de onde eu nunca deveria ter saído.

  • Você precisa parar de ser achar superior ao próximo que você diz tanto prezar, precisa respeitar os ideais e estilo de vida dos outros e acima de tudo, você precisa de um clínico geral e um psiquiatra.

  • Devia ter nascido na Lua!

  • O mundo está bem difícil mesmo. Mas ele sempre teve problemas, desde o princípio.
    Você deve procurar ajuda de um médico ou.psivólogo em quem confie e canalizar suas energias para fazer a diferença.
    Não se entregue . Lute e seja forte!