Sou a excluída do grupo

Há mais ou menos 1 ano eu comecei a sair mais de casa. Sempre vou na praça do centro da cidade, converso, bebo… Mas sei lá, ás vezes eu sinto que não faz diferença estar ali ou não, parece que ninguém percebe minha presença. Pergunto alguma coisa quando todos estão rindo, e eles me deixam no vácuo…

Os meninos também só ficam com as minhas amigas, sempre sou a D.U.F.F do grupinho, e isso cansa muito.

Eu fico sorrindo sempre, principalmente quando estou na praça, mas em casa eu fico pensando que ninguém liga se eu vou ou não sair com eles… Eu cansei de ser a excluída, a que sempre deixam pra trás quando pedem pra esperar, a que é interrompida quando tá falando, a que anda atrás quando a calçada não é larga o suficiente…

É isso :(

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

6 Comentários

  • Olha…quando vc é diferente é muito fácil ficar sozinho. Eu também sempre me senti meio deslocado com meus amigos, e uns poucos eu levei pra vida toda, coincidentemente todos os que também se sentiam meio diferentes.
    Na real fugimos à regra, e hoje não acho nem um pouco ruim. Considero uma qualidade.
    Tem um livro chamado admirável mundo novo, que não é sobre isso, mas toca um pouco nesse assunto de uma forma bem interessante.

  • Isso é exatamente o que sempre acontecia comigo. Passei anos tentando interagir, me enturmar, mas parecia que ninguém dava a minima, e realmente não davam…
    Acontece que na época eu queria andar com essas pessoas porque elas pareciam “legais”, sabe? eu queria ser legal também, sei la. Pra isso eu mudei a minha personalidade, os meus gostos e até meu modo de pensar para tentar me encaixar entre eles, mas eu nunca realmente me senti bem ali, eu nunca seria feliz daquele jeito.
    Até que há 3 anos atrás, eu parei de tentar ser alguém que eu não era. Eu me aceitei do jeito que sou, e consequentemente, eu conheci pessoas que são como eu, e que principalmente me aceitam também.
    Hoje eu sei que nós somos as pessoas “legais”, porque nós simplesmente somos nós mesmos, e estamos aqui um pelo outro, então não se importe se essas pessoas com quem você anda agora não te dão o valor que você merece, seja você mesmo, se afaste deles se isso te deixa mal, e deixe outras pessoas entrarem na sua vida, vale muito a pena.

  • Tamo junto gata, sempre sou o cortado do grupo, já nem insisto mais em entrar no papo de roda. Todos os meus amigos são populares, eu sou o, sabe, o que apenas faz volume no grupo.

  • você precisa é de amigos novos, não tentar impressionar esses idiotas que arrumou e os chama de amigos.

  • Fique tranquila! Também sou essa amiga que não faz muita diferença no grupo mas nem ligo muito kkkkkk Só aprenda a conviver com isso e procure por pessoas que te valorizem!

  • o que importa é se faz diferença pra você estar ali ou não, faz diferença pra você fazer diferença na vida dos seus amigos que não tão te acrescentando em nada. mesmo que velhos amigos ou amigos atuais as pessoas mudam, seus amigos mudam e você muda. então muda de novo se você percebeu isso e tá incomodando, se você não conseguir falar de alguma forma o quão babaca eles estão sendo e o quanto isso tá te afetando pra eles, se distancia, bebe sozinha, anda sozinha, deixa que outras pessoas se aproximem e se aproxima de outras pessoas, analisa quem te faz bem