Confissões marcadas com a Tag: filho único

Me sinto extremamente só

Olá. Meu nome fictício é Hector, tenho 17 anos e me sinto muito mal quando penso no futuro. Meus meios-irmãos são muito mais velhos que eu (e já moravam fora de casa quando eu nasci), então cresci como filho único. Na pré escola e na primeira metade do ensino fundamental sofri bullying pelo meu nome e por ser baixinho (já cresci e estou na média de altura da minha idade), todavia tinha amigos fiéis e me divertia jogando bola ou…