Em latim: confessare = Declarar o que se fez ou que se pensa; dizer os pecados ou erros a um confessor; declarar-se, reconhecer-se.

raiva

Ódio ao meu cunhado

Há 5 anos atrás me mudei para o exterior, casei com o homem que amava mesmo sabendo que suas condições financeiras não eram boas: ele morava numa casa construida pelo irmão e trabalhava pra a empresa também do irmão. Como estrangeira não podia trabalhar – a menos que alguma empresa me concedesse visto de trabalho, o que era difícil na região onde morávamos. O ponto é que, antes de viajar de ferias para o Brasil o irmão dele foi pego num golpe que vinha aplicando nos clientes há 2 anos e a empresa por estar no nome do meu marido, automaticamente o faz culpado. Pelas leis de lá a pena varia de 1 a 5 anos de prisão. Com a casa montadinha, com uma proposta de emprego na mão, após esse período todo lá, depois de ter aprendido o idioma local e me adaptado … após todo esse tempo, tivemos que nos mudar p/ o Brasil para que meu marido não fosse preso por algo que não fez – e eu acredito na inocência dele porque nosso padrão de vida não mudara nada, ao contrario do irmão que vivia viajando com a mulher e só luxando ! Tenho um ódio ao irmão dele, desejo que ele se dane e que a policia o prenda (pq como ele quem aplicou o golpe, os clientes também estão querendo que ELE seja processado e punido!). Deus que me perdoe, a gente não pode desejar o mal para os outros mas ele arruinou nossas vidas (temos que começar do zero, meu marido não fala português e já tem 50 anos de idade) arruinou a vida dos pais dele – que perderam o apartamento onde moravam pq era a garantia da empresa. Eu sei que não devemos sentir raiva mas eu não posso simplesmente fingir que nada esta acontecendo, que tivemos que mudar nossos planos repentinamente por causa desse larápio ganancioso golpista filho da mãe que na usura destruiu a vida do próprio irmão !

Raiva da Vizinha

Um dia quando cheguei do trabalho, a minha mãe contou que minha vizinha foi em casa e disse que a filha dela queria um carro igual ao meu e começou a perguntar do meu carro, como se fosse comprar o meu, minha mãe disse que não sabia de nada e ela ficou olhando meu carro. Isso me deixou muito aborrecida, não pelo fato de ela querer o carro igual ao meu, mas sim, de mandar a mãe fazer perguntas inconvenientes. Tenho certeza e algumas pessoas comentaram que ela ficou com inveja de mim, estou com muita raiva delas até hoje, eu já não gostava delas, pois são umas metidas e exibidas, moram num bairro pobre e querem ser madames. O problema é que eu não queria ser assim, mesmo que foi inveja, não justiça essa raiva, não consigo tirar isso de mim. Já pensei em trocar de carro, mas, não tá certo trocar por esse motivo e se ela não ficou com inveja de mim? Gostaria muito que isso acabasse, até mesmo a má impressão que tenho delas. Estou orando a Deus, mas a raiva continua.

Raiva dos meus pais

Sou filha única de pais idosos. Não sou casada e ainda moro com eles. Na verdade, não vejo a hora de ir morar sozinha. Não saí de casa e nem me casei porque sinto que eles dependem de mim. Não financeiramente, mas psicologicamente e por questões de saúde. Minha mãe tem muitos problemas de saúde, principalmente artrose que a impede de se locomover bem. E meu pai é diabético e deficiente visual. Toda vez que vejo eles desse jeito, com tantas limitações, andando de bengala, cansados e dependendo de mim pra tudo, eu morro de raiva, de ódio por ter deixado de viver a minha vida pra dar assistência a eles. Tenho raiva de Deus às vezes também porque me deu a missão de carregar essa cruz nas costas. Quero muito morar sozinha, mas meu apego e preocupação com eles é grande demais. Sinto raiva e inveja de quem tem família grande, cheia de sobrinhos, filhos…. onde há vida! Às vezes brigo com eles por eles me sufocarem e me sugarem tanto. Confesso que em muitos momentos já quis a morte deles, principalmente da minha mãe. Sempre senti vergonha dela. Mas, me culpo porque eu os amo mais que tudo. Hoje mesmo encontrei uma amiga que perdeu a mãe nesta semana e nesses momentos é que a culpa vem muito forte porque sei que um dia eles se vão e aí o chão vai se abrir. Só quero que Deus me perdoe pelas minhas ações e emoções exacerbadas, minha impulsividade e que me ajude a aprender lidar com essa situação.

Não estou preparada para viver essa vida

Sempre fui muito nervosa, mas ultimamente não consigo mais controlar minhas crises de nervo. Sinto ódio mortal e isso acontece de uma hora para outra. Parece que não estou preparada para viver essa vida, quero sumir desistir de tudo, parece que vou morrer. Não gosto de pessoas por perto, não gosto de falação, sinto ódio de tudo e todos em alguns momentos, em outros pareço outra pessoa.

Vingança

Bem, tenho 21 anos e algum tempo estou saindo com um cara de 34 anos. Ele e uma pessoa legal e coisa e tal…enfim estamos namorando nada de levar em casa para os meus pais conhecerem. Mas ele e uma pessoas muito presa ao passado dele e toda hora fica falando da ex mulher dele e fica fazendo comparaçoes. Não sou diferente de nenhuma mulher e concerteza nao gosto das lamentaçoes dele no meu ouvido…Afinal nem psicóloga eu sou. Toda vez que pergunto a ele se ele que mesmo ficar comigo ele diz que me ama e coisa e tal.Mas como sabemos que mulher e um bicho curioso fiz um teste, criei uma conta de email falsa e começei a falar com ele como se fosse ela.O idiota acreditou que ela era mesmo querendo voltar pra ele.Putz fiquei com muita raiva dele.Queria terminar tudo mesmo no dia seguinte e falar para elee que “ela” era “EU”. E que ele caiu direitinho no meu plano. MAs como pensei bem.Não vou me separar dele,vou arrancar tudo que ele tem.Tipo coloquei ele para pagar a minha academia,compra mochilas,sapatos e outras coisas a mais. E ainda tem varios pares de chifres.Estou me fazendo de melhor namorada do mundo mas por dentro quero mais que ele se foda e vá para casa do capeta. Quando deixar ele num ponto que ele sinta saudades de mim e que eu tenha tudo que eu queria. Vou dar um grande FODA-Se a ele. Pois pensar que e malandro.! Obrigado por ter lido

Até que ponto sou culpada por minha solidão?

Tenho 37 anos, fui abandonada pelo marido há mais de um ano, mas até hoje não superei o sentimento de perda e fracasso que sobrou dentro de mim depois que ele partiu e deixou-me com o equivalente a 1% do padrão material que vivíamos, me restou a casa que ele não conseguiu me tirar pois foi presente da minha bisavó antes de me casar. Confesso que tanto ódio do que ele fez e faz comigo que diariamente eu desejo a morte dele. Desejo que ele faleça rapidamente antes que saia meu divórcio (isso não me acrescentaria nada porque ele não tem nada pra deixar) mas me faria aliviada, sabe? Peço a Deus que tire esse ódio de meu coração, mas parece que todas as provações que surgem na minha vida foram originadas a partir desta desgraça que caiu sob minha cabeça. Tenho ódio do irmão dele que foi meu padrinho de casamento e depois fez de tudo para me afastar. Tenho ódio da mãe dele que nada fez pra que nos voltássemos, mesmo quando eu pedia que ela desse apenas um recado, ela não deu. Tenho raiva do meu ex-sogro que depois que seu filho me abandonou simplesmente não me atende mais ao telefone -embora durante mais de 10 anos tenha feito somente elogios a mim. Quero tirar esses sentimentos maus de dentro de mim, sempre desejei o bem de todos, até dos inimigos. Tinha a certeza de que deus sempre me ajudaria, mas agora, confesso, tenho a fé abalada pq estou sofrendo muito, fisica e psicologicamente. Preciso ser feliz de novo e apesar da minha idade, o que me deixa viva é a esperança de que um dia eu encontro em outro homem aquele que eu pensava ser, alguém companheiro de caráter para o resto da vida. Deus me ajude.

Não aguento mais!

Tenho muita raiva da minha mãe, quase ódio, por que eu sei muitas coisas sujas do passado dela e que pode acabar com o casamento dela e do meu pai, se ja não bastasse isso, ela me trata mal, não é uma boa mãe, só briga comigo, age como se eu tivesse 10 anos (eu ja tenho 17), me prende, me ameaça e agora se ja não bastasse tudo isso eu reencontrei o amor da minha vida, o cara que foi o unico que conseguiu colocar o desejo de casamento na minha vida, ela vem e tenta acabar com tudo. ela fez a cabeça do meu pai pra se voltar contra a gente, e deu certo, o meu pai é um cego mesmo. eu JURO que se eu tivesse um pouquinho de coragem, eu contaria pro meu pai do passado dela e de tudo que ela ja fez de ruim. eu não aguento mais conviver com ela, é insuportavel, quando eu tento deixar o que me incomoda de lado, e tento me aproximar ela vem e é grossa comigo, vem com mentiras, cara eu to me esgotando. eu não sei mais o que fazer. eu tenho medo que meu namorado se canse das atitudes dela e do meu pai contra a gente e acabe terminando comigo. ): só que se isso acontecer eu jamais perdoo eles, eu não consigo tirar esse sentimento de rancor de dentro de mim, as vezes passa coisas horriveis na minha mente. de ódio mesmo. contra minha propria mãe. ela age como se eu fosse propriedade, mercadoria dela. que ela faz o que ela quer. porque que eles não mudam a maior idade pra 17 anos? aaaaaaai, que Deus me perdoe por esses sentimentos e pelos pensamentos e desejos que eu tenho as vezes. obigada

Muita raiva

sou de uma família católica e meu esposo de uma família espírita.e se dizem espíritas do bem ,mas fizeram mal para meu marido que é da própria família.eu fui morar com meu namorado ,só que a mãe dele tem problemas e a gente trabalha ,não dormia com as loucuras dela .aí a vó dele que tinha uma casa vazia pra alugar conversou com ele e falou se ele ñ queria morar lá ,ele falou q ñ tinha como pagar aluguél pq estávamos com dívidas,mas ele falou q poderia dar 100,00 pra ajudar ela a pagar prestação. ela falou tudo bem pq ele era neto dela e estava precisando de ajuda!só q eu não me dou com um filho dela pois é um cara que só pensa em se dar bem nas custas dos outros.aí ele chamava meu marido pra tudo, tipo passear, ir para o sítio com piscinas, mas é ele e a familia dele e ele queria que meu esposo fosse comigo, só que eu não queria ir pq não quero nenhum vínculo com ele ,ele só ensinou o que não presta para meu marido e ele ficava revoltado pq meu esposos não ía ,pq se eu não fosse ele não ía e me deixava.a revolta dele era essa que ele não me deixava sozinha! até que ele tomou raiva e começou a querer prejudicar meu marido pra me atingir tipo.meu marido ficou sem poder dar o dinheiro pra vó dele e o tio dele chamou ele e falou que queria a casa pra alugar ,sendo que ele estava vendo que meu marido não tinha pra onde ir a não ser voltar a morar na casa dele que o pai dele deixou pra ele morar com a mãe dele e que estava insuportavel morar lá.mesmo assim saímos da casa .ele falou q quando a mãe dele morrer quem manda na casa que morávamos era ele,sendo qua a velha ta á cheia de saude parece que ta matando a velha antes da ora pq já ta mandando.aí saímos de lá e voltamos pra casa da mãe dele.aí ficamos sabendo que uma pessoa perguntou para o tio dele pq saímos da casa.ele disse que foi ele que pediu a casa porque a mulher do sobrinho dele é muito marrenta e essa mulher sou eu.no momento meu esposo ficou chateado com ele ,eles discutiram ,ficaram sem se falar ,só que hj em…

Fiz e não me arrependo

meu irmaum ganhou um cachorro, dakeles lobo sabe? soh q esse amigo q deu o cachorro pra ele, eu naum gostava, o cachorro conseguia passar pelo vaum do portaum, um dia um senhor passou lah na rua e falou q o caum era lindo, eu disse q tava vendendo ele… enfim o veio q nunca vi na vida comprou o cachorro por 50 reais e meu irmaum acha ateh hj q ele fugiu pelo vaum do portaum kkk

Minha professora eh uma tonha

a minha professora de portugues eh uma tosca… kra eu odeio ela.. ela não sabe dar aula..fica no celular a aula inteira..se acha, uma vez quase falou q ia chamar a polícia pq tiraram uma foto dela… só sabe fofocar com os outros professores, fala mal de todo mundo… tem cara de tonta..se acha a mais bela do mundo mesmo tendo mais de 50 anos.. se mata..e o pior eh q não posso expressar essa minha raiva pra ninguem pq eu sou “queridinho” dela..uhsauhsuahsu.. se ela souber disso meu mundo cai >:d