Carta de suicídio para minha família

Essa era a carta que eu mandaria para minha família num momento de desespero. Fiz durante a semana toda, tentando achar uma forma em que eles entendessem um pouco do que eu sinto, pra que eles soubessem exatamente a causa da minha morte.


Oi. Eu nem sei por que estou escrevendo isso. Mas mesmo assim, estou aqui deixando meu último suspiro, minha última queda. Porque realmente eu queria voltar a ser criança, ralar o joelho todos os dias e três dias depois, estarem cicatrizados. Hoje eu vejo que certas pessoas não nasceram exatamente para serem
felizes, que certas pessoas simplesmente sentem a alma vazia. Mas algumas pessoas sentem a alma em chamas, sentem a alma morrendo.
Vocês se lembram, de quando eu explicava meus problemas, e vocês diziam que tudo passa com o tempo, que tudo iria passar, era só esperar? Pois é, nunca passou… Eu poderia engolir a dor, engolir o choro e sorrir, como se tudo estivesse bem, se lembram de como eu sorria depois?
Mas vocês nunca souberam o que realmente continuava por dentro. A mesma merda, a mesma coisa. Eu só não entendo o porquê de tudo isso. Mas vocês se lembram também, de quando eu ia pra escola, e era tratado como um lixo? As pessoas me julgavam somente porque eu era estranha? Julgavam-me como se eu fosse
um animal daqueles piores. Eu nem tinha amigos com quem andar, me sentia perdido.
Como uma peça no pacote errado de um quebra-cabeça certo. Como uma corda sobrando em um violão, como uma folha seca, junto de todas as outras folhas saudáveis de uma árvore.
Eu só chegava à minha casa, e descontava tudo em mim. Trancava a porta do quarto e morria mais uma vez, depois de sorrir pro nada o dia todo. Vocês sabem o que é ser forte? Vocês sabiam o que eu sentia, pra me julgarem daquele jeito? Eu realmente me sentia um nada, minha família dizia que eu precisava de
remédios, mas não… Não era isso, a mesma dor continuava, e de repente, numa manha, a mesma dor continuou e eu percebi que eram vinte e quatro horas. E aquilo estava se transformando em um vício, e eu gostava do que sentia. Eu comecei a gostar de ser triste.
Vamos colocar um pouco de sentimentos aqui?
Tentei reconstruir minha paz com pessoas medíocres, que me iludiram mesmo sem gostar de mim, me forçaram a amar só pra sofrer depois. Meu coração era um objeto usado e idiota. Todos faziam dele o que queriam, sabe por quê? Porque palavras te doem mais do que um tapa, e era o que todos usavam contra mim, palavras
e mais palavras. E eu comecei a me odiar por eu ser assim, tantos problemas, ninguém me entendia, não conhecia ninguém que pudesse me tirar desse fundo de poço. Ninguém.
E eu tenho morrido todos os dias esperando por perdões, por esperanças que nunca chegam pra me salvar. Eu me tornei uma pessoa fria e ruim. Não sabia o que era o bem. Eu estava perto do fundo do abismo escuro, o abismo de alegrias esquecidas, o abismo de ilusões deixadas pra trás, o abismo onde os sorrisos foram largados, o abismo onde a vida e uma alma feliz foram enterradas. O abismo onde eu queria chegar logo, pra recuperar tudo. A minha paz estava no fundo do abismo. Onde eu deixei tudo o que
eu ainda tinha de bom. E eu estava perto. O fundo do abismo onde com palavras, todas as
pessoas me fizeram deixar toda a minha felicidade, e seguir com a tristeza.
Eu nem sei por onde começar. Não sei se vocês entendem os meus motivos para escolherem isso. Não sei se vocês sentem o mesmo que eu, mas com certeza não, pois tudo o que vocês fazem é julgar. Assassinos que não sabem o que fazem. Minha alma está morta, realmente minha alma morreu e minha carne não está
aguentando mais, todo o peso, toda a dor que eu conhecia, minha alma estava segurando, estava morrendo. Estava sufocada, nem os cortes aliviavam mais. Então minha alma se foi, simplesmente não aguentou.
Então eu estou aqui em carne, pra dizer estas últimas coisas. Nos últimos minutos que eu tenho, pois a carne é fraca pra aguentar tudo o que minha alma suportava.
“Eu só não estarei feliz, porque lá eu não poderei ver a cara de vocês que duvidaram de mim. Mas quando olharem o meu rosto, por favor. Não digam que eu era uma pessoa boa, apenas digam que eu era uma pessoa forte, que não aguentou esperar pra morrer no final.”

 

Reportar

Deixe um comentário

11 Comentários em "Carta de suicídio para minha família"

Notificar-me sobre
avatar
2048
Alice
Visitante

Preciso conversar com você, urgente.
também gosto da minha tristeza.

Mrs Chase
Visitante

Olá, não sei porque, mas ao ler isso, minha “intuição” me alertou que você é uma pessoa que eu conheço. Bom, ela quase nunca erra. E se você não for essa tal pessoa, ignore ok?
Vamos lá. Primeiro de tudo. Você teve sim uma pessoa que te amou, e te ama. Eu Nicole. Você não faz idéia do quanto eu gosto de você. Você disse aí que tentou ser feliz com pessoas medíocres, que te iludiram e machucaram você. Caramba, fiz tantas coisas pra te trazer de volta, mas você é que não quis. Eu sei que te machuquei, mas eu te amo. Partilhamos a mesma coisa, a depressão. Eu me sinto estranha, me sinto feia o tempo todo, por isso sou engraçada, carinhosa, brincalhona, pra poder disfarçar isso. Mas uma coisa eu não fiz, que foi te iludir. Eu te amava. Eu te amo! Se você encarou como uma ilusão e por isso não quis voltar, saiba que eu não te iludi, eu só tenho alguns problemas como qualquer homossexual tem. Todos temos! E você melhor que ninguém, sabe disso. Mas se você não for a Nick, não se mate ok? Isso tem cura. Eu já passei por isso, hoje resolvi indo em academia, me cuidando, e saindo mais na rua. Me sinto até mais bonita e mais confiante. Ta entendendo o que eu quero dizer? Você precisa desabafar com alguém, tirar isso aí de dentro. Mude. Tem algo em seu corpo que odeia? Mude. Faça esportes isso ajuda muito o psicológico. Vá estudar, se distraía com algo que goste, vá em um médico e tudo vai passar. Reze também, eu fazia isso e me ajudou muito ok? Fique com Deus.

Ademir
Visitante

Discordo da colega ai em cima
suicídio não é covardia , é necessário muita coragem para tirar a própria vida , nem uma pessoa pode entender a dor que sente uma pessoa que deseja a morte, as pessoas sempre vem com um discurso pronto pra falar de Deus , mais nem mesmo elas acreditam no que falam , as palavras de um medico , os remédios , os ante depressivos , nada vai apagar as lembranças de humilhações vividas , dos namoros não vividos , das viajem não realizadas , da vida perdida , e com o tempo todos se cansa de ouvir as nossas reclamações e desistem , a vida é injusta .

Visitante

Disse tudo, Ademir.

Anonimo
Visitante

Ainda tem solução, procure uma igreja o mais rápido possivel!

dukebh
Visitante

Qual sua idade?

dukebh
Visitante

Eu também me sinto assim.. Me sinto assim a 28 anos. Mas isso vai ajudar em que? Faça como eu pelo menos acredite que tudo tem um proposito. Eu sofro muito com minha infelicidade mas a vida continua e nao podemos nos abater. Siga o exemplo do(a) ALI que comentou aqui pra você. SE AME!

Kátia
Visitante

Nossa q triste essa carta,meu Deus como é difícil,viver dessa forma.Sou uma pessoa extremamente depressiva e sempre fui uma pessoa com altos e baixos muito doloridos,mas nunca nem cogitei a possibilidade de me matar, acho q vc deveria procurar um profissional para conversar sobre como se sente e se for o caso ser medicada,ninguém merece viver dessa forma,sem querer invadir sua vida,já pensou em procurar uma igreja,seu vazio tbm pode ser falta de Deus,pense nisso!!!

Magno
Visitante

Eu me vejo em você, sei muito bem como essa dor corrói todo suspiro de força e felicidade que ainda resta por dentro. Sei como é sufocante não se entendido, não ser encontrado, ser julgado por pessoas que pensam que nunca esta tão ruim, sempre dizem que vai passar, tentam diminuir a dor sem nem ao menos imaginar como é pesado! como é dificil, solitário e amargo lidar com tudo isso. Sei bem como é sentir uma dor tão grande que aperta o peito e falta o ar, os cortes aliviam no inicio, é uma dor que parece melhorar, mas você se da conta que não surte mais o efeito esperado.Nesse meio tempo aparecem pessoas que nos fazem melhorar, mas logo depois só nos destroem ainda mais, tem dias que você deseja por um fim ”cometer suicidio” para se livrar da dor e punir todos os que desacreditaram e não deram importancia.Em certos momentos você vê que se tornou algo incapaz de sentir ou se importar com você ou com os outros.
Eu me vejo em você, sei exatamente tudo que esta sentindo, já passei por isso, fui muito além, queria destruir a mim e a todos e logo depois por fim a minha própria vida me sentia morto, não tinha nada a perder nem a ganhar, nada fazia sentido.
Quero te ajudar, quero que volte a viver e a sentir como eu, é possível sim melhorar, sair desse buraco cheio de dor e fumaça, nessas horas não se consegue enxergar uma saida, mas ela existe. Te digo com todo o meu coração que você pode ser feliz, procure alguém que vai te ouvir, vai te entender e vai curar de dentro para fora. Antes de desistir procure falar com Deus, ponha todas as suas dores para fora, ele vai te ouvir, ele vai te curar, foi assim comigo e vai ser assim com você, acredite que essa vida não foi feita para você, você vai ver a mudança e vai se tornar uma nova pessoa.

Ali
Visitante

Flor não faça isso. Perdi alguém muito próximo desta maneira e é um sofrimento muito grande. Não espere que as pessoas te valorizem e te amem. Isso tem que vir de você. E se você se acha inútil, faça algo útil. Seja voluntária para ajudar alguém que precise. Preencha seu tempo e seu coração com coisas boas, mente vazia oficina do diabo….é isso que ele quer, que você desista mas não faça isso. Já estive assim como você, me mutilando e deixando minha alma morrer. Foi quando me olhei no espelho e vi uma casca vazia, decidi que nunca mais iria deixar isso acontecer comigo e mudei. Se eu consegui você também consegue. Tenha forças. Você pode até não conseguir enxergar, mas você é importante na vida de muitas pessoas. Pense muito bem…pois definitivamente não tem volta.

Peter
Visitante

Você ao menos já procurou um profissional terapeuta para conversar? Faça isso… eu poderia citar mil frases motivacionais, dar uma de moralista, julgar seus problemas pela falta de Deus, mas não… suicídio não é sinônimo de findar os problemas mas ser covarde ao ponto de não procurar a ajuda certa (alguém capacitado para conversar, desabafar e aí sim tentar entender o porquê das coisas não serem como sonhamos). Mas enfim, o fato de estar relatando aqui já é um bom começo… Valorize a vida que Deus te deu!

wpDiscuz