Anticoncepcional e mãe de cabeça fechada

Tenho 16 anos e namoro há 1 ano e 10 meses com meu namorado que tem 17. Perdemos a virgindade juntos e já transamos várias vezes sem camisinha, mas nunca deu problema, sempre conseguimos controlar na hora que ele fosse gozar, só que da última vez que transamos ele teve ejaculação precoce, ele não gozou dentro mas isso me deixou bem assustada e eu acabei brigando com ele sem saber que era isso que havia acontecido. Ele se sentiu muito mal por ter me deixado preocupada, e concordamos que eu deveria tomar anticoncepcional. O problema é que meus pais não sabem que não sou virgem, inclusive minha mãe trata esse assunto como proibido, não conversa comigo sobre isso e já me disse de forma indireta que se eu fizesse, ela nos faria terminar o namoro e me proibiria de vê-lo. Eu geralmente ignoro isso que ela fala, porque ela tem a cabeça bem fechada e pra mim sexo não é um tabu, não senti que estava ”abandonando minha inocência” ou que minha vida ”mudou” depois do sexo. Pra mim, sexo é uma parte da vida de todos e eu fiz com quem eu amo, não fiquei de mimimi e sentindo culpa por ter feito, porque quem faz esse assunto ser uma grande coisa são as pessoas, e pra mim não é.
Só que agora quero tomar anticoncepcional e não posso contar pra ela porque ela terminaria meu namoro, mas não quero acabar engravidando também só porque ela tem mente fechada. Muitas pessoas pensam que uma adolescente que faz sexo e que os pais não sabem é burra e imatura, mas não, eu quero ir pra faculdade, quero ter meu trabalho, não quero me casar até ter estabilidade financeira e vontade também, sou completamente consciente do que faço, apenas quero tomar anticoncepcional. O que me faz sentir culpada é ter que mentir pra tomar. Não quero dizer que é pra regular minha menstruação nem nada, não posso pedir pra alguém da minha família porque eles não sabem guardar segredo, e me sentirei mal em tomar um remédio sem a prescrição médica e escondido de meus pais, mas o que vou fazer, é minha única opção.
Pra quem está prestes a se tornar mãe ou pai, que sirva como exemplo, quando chegar a adolescência de seu filho (a), converse sobre sexo, apoie ele (a) para que ela não tenha que passar por isso ou sinta que não possa confiar em vocês, nunca a faça sentir mal por gostar de alguém e a curiosidade sobre sexo não é errado porque todos foram adolescentes um dia. Apoie seus filhos e se eles querem fazer sexo e estão lhe pedindo ajuda, ajude, é melhor que façam se prevenindo do que escondidos porque em casa não são compreendidos.

 

Reportar Sexo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

4 Comentários

  • Vc parece bem centrada mas no fundo é uma adolescente, arriscando ficar grávida com o coito interrompido, já pensou se fica grávida o que iria fazer e das consequências na tua vida ? Camisinha só para começar, e olhe um vídeo na internet para aprender a colocar pq se colocar errado estoura.

  • Fiquei comovido com seu relato mas me desculpe você é uma menina bem burrinha, estamos no seculo 21 e você não sabe que esxiste preservativo e que é vendido em qualquer esquina.

  • Eu ouvi falar por aí que existe um negócio chamado preservativo masculino (o feminino esquece, é broxante rs) e que seu namorado pode utilizar. Caso ele já conheça, não goste da ideia, arrume outro namorado com uma cabeça mais aberta e que te respeite, respeite sua família.

  • Olha por ter apenas 16 anos achei vc muito cabeça, e responsavel sim, pela maneira como é esclarecida no texto, tb ñ sou muito à favor da mentira, mas o q está prestes a fazer realmente é bem melhor do que uma gravidez indesejada, como vc mesma disse, ainda tem a vida inteira pela frente, e tem a meta de uma faculdade, talvez no começo sua mãe vá brigar muito com vc, quanto á isso, mas diga à ela, q com quase 2 anos de namoro, é bem provável que as coisas vão evoluindo, chegando ao sexo, e que vc prefere se preparar antes que aconteça a primeira vez, vc ñ precisa dizer q já perdeu a virgindade, mas q vc prefere se preparar caso aconteça.
    Sei que para uma mãe seja difícil ouvir isso de uma filha, mas pelo menos vc está se cuidando, mas, sempre q possível use a camisinha tb, pq alem de proteger contra uma possível gravidez ela tb te protege de várias doenças sexualmente transmissíveis.