Arrependimento da maternidade

Confesso que as vezes (muitas vezes) bate um arrependimento de ter sido mãe, ainda mais porque a obrigação e responsa é toda minha, pois o pai do meu filho não ajuda em nada (ainda). Fui mãe aos 18 anos, fruto da minha segunda relação sexual, e não namorava na época, não me preveni e aconteceu. As vezes quero distância do meu filho, mesmo amando ele inexplicavelmente, não o desejo o mal, óbvio, pois ele não tem culpa de nada. Ainda não divido a guarda, mas queria muita pra poder viver minha vida normalmente nem que fosse por 1 semana. Eu pensei em abortar quando descobri, mas tive apoio da minha família e caí na ilusão deles e dos outros que seria uma maravilha, mas as vezes acho um inferno total, vejo muito mais motivos pra não ter tido do que ter tido. Não acho que nasci pra ser mãe e com esse dom da maternidade, nunca foi meu sonho, vivia falando que não queria ter filho, e não estava errada. Se eu pudesse voltar no tempo, não teria contado pra ninguém e abortado na calada :(( Deus me perdoe. Não me julguem.

 

Reportar

Deixe um comentário

13 Comentários em "Arrependimento da maternidade"

Notificar-me sobre
avatar
4000
João Farias
Visitante

Tu se ferrou! Não adianta se lamentar, se tu deu pro cara, foi porque quis. Agora com filho, tudo é mais difícil, qualquer dinheirinho que você pegar vai ter que gastar com seu filho. Nós somos frutos de nossas escolhas, você está lascada, porque agora tá se ferrando pra cuidar da criança e tá sentindo o peso da responsabilidade. Tenho certeza que o pai não tá nem aí pra criança. E tem mais, pra arrumar um macho, pra te assumir sendo mãe solteira, não vai ser tarefa das mais fáceis não. E se você arrumar, vai ser um cara tão duro, que você vai ter que arrumar um emprego pra sustentar ele e seu filho. Já era pra ti, o jogo acabou sem nem começar!

Silvana
Visitante

Que absurdo suas palavras seu -! Como ousa dizer que a vida de uma mulher acabou por causa de um filho seu demônio??? O jogo acabou pra você que é um covarde, um machista, que não cuidaria nem de um filho seu por achar que a responsabilidade é toda da mulher, porque conforme suas palavras ” Nós somos frutos de nossas escolhas, você está lascada, porque agora tá se ferrando pra cuidar da criança e tá sentindo o peso da responsabilidade. Tenho certeza que o pai não tá nem aí pra criança” – e ele quando enfiou aquele pau imundo nela, também não fez uma escolha? Ou ela fez com o dedo? Inútil é esse cara que não ajuda ela, ele sim vai se – no futuro por deixar pra trás a responsabilidade que também é dele. E outra coisa seu infeliz, existem muitos caras decentes, homens com H maiusculo que fica sim com uma mulher que tem filhos e além do mais seu imbecil, mulher nenhuma precisa de macho pra viver não seu desgraçado, ninguém precisa da tua raça maldita, bando de vagabundos, ordinários, que só prestam pra fazer filho e nada mais… aliás caras ignorantes iguais você né? Seu imbecil… porque existem muiiiitos caras legais por ai, NINGUÉM PRECISA DE UM ZÉ IGUAL VOCÊ PRA VIVER NÃO – CATA TEUS PENSAMENTOS E VAI PRO INFERNO SEU DOENTE!

PATRICIA
Visitante

ADOREI SUA RESPOSTA sILVANA… MORRENDO DE RIR

Mordecai
Membro

Desejo tudo de bom a você e que encontre o seu caminho. Mas desejo mais ainda que muitas adolescentes leiam seu relato e pensem duas vezes antes de fazer m#rda.

Xuanxuan
Membro

Normal.

Não tenham filhos.

Lembre-se: Crianças não servem para nada, só vão gastar o seu dinheiro, seu tempo, sua paciência.

Aleksandro Miritituba-Pará
Visitante
Aleksandro Miritituba-Pará

Por isso existem tantos filhos que odeiam os pais (Eu particularmente odeio a minha mãe, por um amor que nunca tive da parte dela, só o que sinto em meu coração É ÓDIO E DESPREZO).
Uma vez eu falei pra minha mãe se ela morresse agora mesmo eu ainda cuspia no seu rosto. Falei por desgosto, mágoa, tristeza, dor, sofrimento. Sempre falei pra ela, nunca pedi pra nascer. Já falei na cara dela; Quem mandou você abrir as pernas e f#der com meu pai, aliás, falei isso na cara dos dois, e ainda na frente de outros irmãos mais velhos do que eu.
Mas voltando ao seu caso; Tenho certeza que você não quer que teu filho te odeie, não é mesmo? Então, antes que ele sinta ódio de você, procure amá-lo e cuide de seu filho e dê o seu amor de mãe, enquanto, ele está próximo!!!.
Atenciosamente um filho que não teve o amor de mãe, e agora não consegue perdoa-la de forma alguma.

Maria Clara
Visitante

Amiga, olha só ,
.
Voce entende o que é realidade ?
.
No mundo real o tempo não volta. Arrepender não resolve problema e ficar pensando em como as coisas seriam se fossem de outro jeito é perda de tempo.
.
Assuma suas responsabilidades. Esse pensamento que expõe aqui é ridículo. Com 18 anos deveria saber o que acontece com quem tem relacoes sem prevenção. Não estou te julgando, mas já que assumiu o risco, agora enfrente o seu destino. A vida é assim mesmo. Ninguem nasce preparado pra nada.
.
Beijos, amiga. Cuide do seu filho e não deixe faltar nada a ele, principalmente o amor de mãe.

Andrea
Visitante

Muita força e fé flor, essa responsabilidade hoje pode parecer um carma, mas com seu próprio amadurecimento verá com outros olhos, aproveite cada momento ao lado dessa criança que só quer uma coisa sua, seu amor.

wpDiscuz