Eu agredi minha esposa novamente…

Bom, não é a primeira vez e nem a segunda, alias isso tem ficado cada vez pior e sinceramente, eu sou casado com minha esposa há 5 anos, tenho 26 anos e ela 28, nos temos dois filhos, uma menina de 3 anos e um menino de 1 ano. Quando começamos nosso relacionamento eu a conheci e ela era casada, infelizmente eu era muito garoto no meu ver e ela queria que eu tivesse outra postura. Me esforcei pra isso, mas parece que isso me custou algumas coisas.

Eu me sinto feliz com ela, eu a amo, eu juro que as vezes não sei o que fazer da vida sem ela e preciso falar com ela o que acontece na minha vida. Amo meus filhos mais que tudo e sempre estou presente na vida deles e da minha esposa, infelizmente eu sinto como se tivesse um demônio nas minhas costas me controlando. A primeira vez que aconteceu uma agressão foi ao celular dela, que deixei em pedaços no chão em um momento de discussão e raiva, e apesar de me arrepender e nunca conseguir esquecer isso, eu não consigo me controlar do msm jeito.

Quando a conheci eu não fazia nada da vida, hoje em dia eu me comprometi com ela, tivemos filhos e voltei a estudar depois de anos sem motivação. O pior de tudo é o envolvimento dos meus filhos nisso, aconteceu muitas vezes agressões verbais horríveis e ofensas de ambos os lados, mas admito que sempre fui pior, e ela foi piorando por conta disso. Nos mudamos de onde morávamos e, nesse novo lar que estamos, aconteceu a primeira agressão de verdade, que eram empurrões só que hoje, além de empurra-la, eu a agredi fisicamente. Eu a amo, penso nela todo dia, penso em fazê-la bem e pros meus filhos só que hoje minha filha de 3 anos viu tudo e eu não consegui me controlar, eu queria conseguir pelo menos respeitá-la, ouvir as ofensas e reclamações sem me importar, que talvez não me importando não faria algo tão grave. Eu vivo cobrando dela coisas que sei que ela não consegue fazer, mas ela quer viver no mesmo apartamento que eu pois não tem condições de manter a vida que leva com as crianças, e a família dela é muito humilde, de uma cidade pequena.

Eu nunca fui ruim, nunca fiz maldade com ninguém, posso ter sido fofoqueiro as vezes mas eu sou um cara que sempre quer propagar o bem, faço coisas inusitadas como sair na rua pra dar comida e roupa pra mendigos ou animais de rua. Não por hobby, mas por acreditar que o mundo pode ser melhor se olharmos pro outro. Mas pq eu não consigo ser bom pra minha esposa? pq eu não consigo ouvir o que ela fala e não me importar? pq que meu sangue ferve a ponto de fazer o que eu faço? …. já pensei em varias vezes me suicidar, e o que me segura é a mesma vontade de viver e adorar a vida, amar minha esposa e meus filhos, mas pensar que faço mal a eles, me faz pensar em suicídio. Quando a poeira abaixa e eu me acalmo, eu vejo tudo que aconteceu como se não fosse eu que fiz, só que foi. Ela me chama de demônio e tem vezes que acredito que realmente tem um demônio aqui dentro.

Eu realmente estou me desabafando, sei que não é confessando que vou me curar, então vou dar uma ultima cartada, vou procurar ajuda profissional pois não sei se ela vai me perdoar algum dia. Eu acredito de verdade que ela vê as vezes que eu ainda sou o mesmo cara que ela se apaixonou, mas ao mesmo tempo sei que ela tem medo de viver aqui comigo com o que que posso fazer.

 

Reportar

Deixe um comentário

6 Comentários em "Eu agredi minha esposa novamente…"

Notificar-me sobre
avatar
4000
Luana Alcantra
Membro

Nossa procure ajuda logo, vá ao psiquiatra e leve sua filha de 3 anos junto PK acredite o trauma nela é até mais forte. Cuide de vc logo Pk vc pode acabar matando sua esposa, já pensou? E acabar c sua vida não é a solução. Conversa c ela, peça p evitarem discussão, p evitar q vcs fiquem exautados. CARA TOMA MUITO CUIDADO!!

Absinthe
Membro

Se você a ama, deixe ela ir. Você não faz bem pra ela e nem ela pra você. Ambos estão se destruindo aos poucos…

Imagine sua filha de 3 anos crescendo e depois de casada passar pela mesma situação?

Lucas
Visitante

Até o dia que ela te enquadrar na Lei Maria da Penha. Na cadeia você vai ver o que é ser agredido de verdade. Para de arrumar desculpas como “um demônio nas minhas costas”. Se tem um demônio vá na Igreja tirar ele. Se não tem certeza valoriza a tua mulher porque mulher fiel e para a família hoje em dia está raro.

Kagura
Visitante

Demônio agora é desculpa pra covardia e safadeza? Toma vergonha na cara, seu imundo. Vai pra rua pegar alguém do seu tamanho pra ver o que acontece. Ninguém acredita nesse teatrinho de bom marido.

icaro
Membro

Você é o castigo dela pela infedelidade, não haverá paz entre vocês, só discórdia e tragédia, daí pra pior. Sinto lhe informar, mas daí só vai sair coisas ruins, vocês estão amaldiçoados. Pobres crianças, já vi com meus próprios olhos o que resulta de junção de infidelidade.

Meus sentimentos a vocês, trágico começo, triste fim!

JackB
Membro

Você não tem um demônio dentro de você, você apenas cria auto-defesa sobre as provocações dela (como você disse), essas auto-defesa faz você se sentir com uma força acima de sua companheira, fazendo com que você faça as agressões, peço que procure ajuda profissional agora mesmo, e vá a um psicologo, tratar o seu psicológico, ou se não, mais cedo ou mais tarde, sua esposa no cemitério e você na cadeia e seus filhos na adoção lembrando de tudo o que você fez à mãe deles, você precisa de tratar e se cuidar, isso é agressão domiciliar

wpDiscuz