Vivo em função de um amor maior

Há um bom tempo já me convenci que a vida não é para mim. Desde quando me conheço por gente, de quando tive minha própria opinião formada acreditava que meu propósito nessa vida era ajudar o próximo, e talvez isso não seja o certo pra mim. Como alguém tão afundada em auto depreciação e baixa auto estima pode ajudar o próximo?

Não sei se encaixa exatamente em depressão, porque já me conformei que não tenho vontade de construir uma vida, um futuro. Diferente de antes, quando recebi diagnóstico dessa doença estava muito perto de cometer alguma besteira comigo mesma, porque não sabia como pedir ajuda.

Tenho total consciência de que estou vivendo pelos outros, meu irmão menor sendo a maior razão disso. Ele tem autismo, e o medo de que a vida dele não seja feliz me faz ficar com muito medo. Se não fosse por ele, talvez nem estivesse confessando algo aqui.

Para onde foi minha vontade de fazer Terapia Ocupacional e ajudar o próximo? Certamente para alguma outra pessoa que tem vontade de continuar vivendo.

 

Reportar

Deixe um comentário

1 Comentário em "Vivo em função de um amor maior"

Notificar-me sobre
avatar
2048
Kauana
Visitante

Boa Noite. Esse é o sentido de tudo bem sabe, daquele algo maior, é o que motiva o ser humano há ainda estar ali, por mais que digas que não queres viver ou coisas do tipo, no fundo bem no fundo você sabe que não é verdade e mantem a chama acesa.

wpDiscuz