Minha mãe negativa só reclama o dia inteiro

Olá, tenho 20 anos e não tenho ninguém para desabafar. Tenho problemas muito sérios com a minha mãe. Desde os 14 anos de idade, ela começou a mudar muito comigo, que foi a época que meu irmão passou no vestibular e foi estudar fora. Eu já tinha percebido que ela havia mudado bastante, mas achei que fosse normal. Então só restou na casa eu, ela e meu pai. Ela começou a pegar muito no meu pé, e nunca fui uma menina de sair, sempre ia as aulas, tirava notas boas, uma adolescência normal. Qualquer coisa que eu não fizesse do jeito que ela queria que tivesse feito, ela me tratava mal, me batia, me xingava de palavrões horríveis mesmo. E ela sempre fazia com que o meu pai ficasse contra mim também. No começo ele até tentava me defender, mas via que ela sempre ganhava. Em fim, fui crescendo e o meu amor que eu tinha por ela, iria diminuindo cada vez mais. Ela é super negativa, reclama o dia inteiro, diz que não reconhecemos o que ela faz por nós, mas ela só diz isso pra mim, só reclama pra mim, parece que eu sou um saco de pancadas humano, como se eu tivesse culpa de tudo de errado que acontece.

Graças a Deus passei em uma universidade pública e longe de casa, porque já não estava mais aguentando a convivência, ela não podia me ver quieta, ou deitada, lendo livro, algo, eu contava uns 2 minutos, sabendo que ela iria fazer algo para brigar comigo, todo dia que ela chegava em casa, eu já esperava o que ela poderia dizer. Achei que nossa relação fosse mudar pra melhor quando eu passasse longe, no começo melhorou um pouquinho, mas não durou muito tempo para que voltasse as coisas como antes. O que me deixa triste é que eu tenho um irmão mais velho, 5 anos mais velho, e da pra ver claramente que ela gosta muito dele, mas quando ela me vê, muda até o rosto, ela mesma já disse que infelizmente ela é minha mãe.

Poucas amigas minha sabem o que eu passo, já contei várias histórias do que ela fez. Não estou dizendo que sou Santa, porque ninguém é, mas a maioria das vezes, ela chega irritada do trabalho, ou com meu pai, ou com alguém e vem direto em cima de mim, abrindo a porta do meu quarto, falando qualquer coisa para poder brigar comigo. O meu irmão vive saindo, já dirigiu bêbado, já fez passar vergonha, ela nunca disse um nada pra ele. E eu até hoje não tirei a minha carta, ele tirou com 18 anos e eu já tenho 20 e ela sempre inventa uma desculpa para eu não ter. E quando eu bebo um pouco (não gosto de cerveja), então quando bebo ice, essas coisas, ela já vem reclamar, me controlar, como se eu tivesse 12 anos… e nunca fiz eles passarem vergonha, nunca nem fiquei bêbada, pois acho isso ridículo. Esse ano a gnt discutiu, perto do natal, pois ela adora desabafar sobre as coisas e às vezes preciso desabafar tbm (apesar de ser raro eu desabafar com ela) e fiquei muito brava que ela não  me deixava falar. Eu falando com ela, achando que ela estava prestando atenção, ela começa a fazer umas umas perguntas pra minha tia, nada haver, nem olhando pra mim ela estava. E eu cansei já de dar conselhos pra ela, mesmo ela as vezes repetindo as coisas, eu ouço novamente. Sai brava, disse que não queria mais falar. Ela veio pra cima de mim, disse que eu era a pior coisa da vida dela, que esse iria ser o pior natal dela, porque eu estava lá. Que eu odiava ela, que a minha felicidade era eu ver ela morta e enterrada, mas que logo eu irei ter essa felicidade, que eu não perco por esperar.

Eu sou um pouco gordinha, sou a cima do peso uns 10kg, e ela sempre se incomodou muito com o meu peso, e eu sempre fiquei muito chateada, uma vez eu emagreci bastante, mas eu percebi que não foi por mim e sim por ela, pois já não aguentava ela me chamar de gorda, de bola, que ninguém iria me querer. Como comecei a faculdade, e faço engenharia integral, não tive muito tempo pra me cuidar, acabei engordando o que havia perdido. E ela começou a me ofender novamente. Estou passando por problemas de saúde muito sérios. Fiquei menstruada 25 dias, já fui no medico, estou me cuidando, já fiz exames, mas ainda faltam alguns. Ela só fala que eu vou pagar por tudo que eu fiz, que eu vou sofrer, que Deus há de levar ela. Uma vez o pai de uma das minhas melhores amigas morreu… eu fiquei arrasada, pois querendo ou não, era minha amiga, a dor dela era a minha dor, era no sábado à noite e o enterro seria na segunda. Pedi para alguém me levar lá no velório, para eu abraçar a minha amiga , pois se fosse comigo eu gostaria de que as pessoas fossem também, mostrar carinho, compaixão. Eu tava pedindo desde manhã, e a minha mãe me enrolando, eu só não fui de ônibus, porque eu não fazia noção de onde era, e ela tinha dito que iria me levar, ela acabou me enrolando o dia inteiro, e eu acabei me irritando ao máximo, e acabamos discutindo, mas nem foi feio assim, mas ela começou a falar que “os pais tem que morrer mesmo” “vai saber o que aquele pai estava passando” (obs: minha amiga é filha única, ela amava aquele pai mais que tudo, e era adotada) quando ela disse isso meu sangue ferveu, disse que ela não era mãe, que ela era um monstro, que isso não se fala. o pai de uma outra amiga minha foi me buscar, pra me levar lá no cemitério (que era onde era o velório também), depois meu pai foi buscar a gnt.

Devido aos problemas de saúde que estou atualmente, meu colesterol deu alto no exame, mas isso é Genético. Até uma vez que eu estava bem magra e comendo tudo certinho, com acompanhamento endócrino, eu fiquei também. Ela começou a me encher de novo, esses dias, a repetir as mesmas coisas, umas 5 x, eu já não aguento mais, relevar essas coisas que ela faz. Falando que eu poderia morrer, que entope as veias do coração, eu entendo a preocupação dela, mas as vezes eu acho que não é preocupação, às vezes sinto que é pra me irritar, pois ela repete uma 3 x ao dia. Eu acabei não conseguindo me segurar, comecei a falar que ela estava enchendo o saco já, que eu já sabia, que iria me cuidar, que eu não quis ficar assim de propósito, e ela dizendo que ela repetia quantas vezes ela quisesse e pra eu calar a boca. E eu estava morrendo de dor de cabeça, fiquei com tanto ódio, não conseguia achar remédio, liguei pra minha tia (que ela que trouxe o remédio é praticamente mora em casa Ainda) e perguntei pra ela onde estava o remédio e ela quando viu, veio de chinelo e soco, pra me bater, que eu tinha que ter perguntado pra ela e não pra minha tia. Mas eu não queria falar com ela, ate porque eu tô cansada de tanta humilhação, estou de férias, minhas aulas voltam em março, mas ela tá me tratando super mal, e meu irmão, igual um anjo, ele e a namorada estavam aqui, quase se batendo (literalmente) e ela não falou um nada pra ele, ele trata a namorada super mal, uma vez eu perguntei pra ela porque ele também não poderia ajudar a lavar a louça e ela disse que isso não era coisa de mulher. Em fim, hoje depois que ela veio pra me bater, que eu liguei pra minha tia, fui pro meu quarto e fui fechar a porta, ela pois a mão e disse que eu não iria fechar, e começou a encostar o dedo na minha cara, me empurrar pra trás com as duas mãos, falando que ela iria cometer uma loucura, que ela iria ir presa, mas que ela preferia ir presa.  Dizendo que nenhum filho ergue a mão pra ela (obs: nenhum momento eu ameacei ou ergui a mão pra ela) eu só gritei e falei pra ela não me bater. Dps consegui fechar a porta e trancar, e pensei várias vezes em suicidar-me, eu sou católica, vou à igreja, fico até triste quando vem esses pensamentos na minha cabeça, pois sei que se eu fizer isso, vou para o inferno, mas eu não suporto mais isso, esse ódio que ela tem de mim, esse rancor.

Tá muito difícil.

 

Reportar

Deixe um comentário

5 Comentários em "Minha mãe negativa só reclama o dia inteiro"

Notificar-me sobre
avatar
2048
Fabricio Mendonça
Visitante
Fabricio Mendonça

Olá querida, minha namorada passa o mesmo problema com a mãe dela. É realmente algo muito dificil e delicado uma situação assim. Ela faz tudo que a mãe precisa, remedio, comida, roupa…Tudo.
Mas a mãe carrega um luto eterno de 3 filhos e desconta tudo nela, diz praticamente as mesmas coisas que sua mãe.
Diz que não queria o nascimento dela e vive a dizer que não espera o dia que ela saia de casa, que não preecisa dela e tal.
Meu conselho é que você continue estudando para ter condições de morar sozinha ou com alguma amiga. E comunique-se com ela com poucas palavras, apenas o fundamental, faça o que tem que fazer e recolha-se. Acho que ela não aprenderá se você continuar a enfrenta-la (Eu sei como é quase impossivel se manter sã quando está sendo acusado e julgado injustamente.), então apenas der um tempo pra ela, conquiste seu irmão, sua cunhada e seu pai. Demonstre o amor que você é capaz de dar as pessoas de modo que ela veja a injustiça dela.

bernar
Visitante

Olá tudo bem? Em primeiro lugar sua mãe pode NÃO ter recebido amor e com isso nao sabe dar. Tudo que faz aprendeu com seus pais e assim vai… outra coisa e voce nao precisa ficar juntas o dia inteiro. arrume um estagio e passe somente o tempo necessário juntas ate que melhore. Terceiro : Quando sua mãe te maltratar faça um agrado pra ela. seja o que for. uma flor, um cartão, um chocolate. :-) e diga sempre mãe eu te amo ainda que seja escrito. hoje em dia a gente nao sabe muito lidar com os sentimentos né? Tua mãe pode estar precisa do de amor tanto quanto você. Ajude ela um pouco mais e mude em que voce puder o mais Deus fará por você! Seja a diferença que voce quer ver na tua mãe. Deus te abençoe

Rafael
Visitante

Parabéns pela conquista da universidade, ainda mais longe dessa sua mãe… forme-se, arrume seu emprego e tenha sua vida em paz.

NIVEA ALVES
Visitante

Coitada de você ! ainda bem que vc já `e de maior ,pois assim pode ter sua pròpria vida sem aguentar tamanha humilhação da sua mãe, boa sorte pra vc com sua saùde e sua vida.

Jorge
Visitante

Arranja namorado, sai de casa, cria uma família e promete a ti mesma nunca ser a mãe que ela é. O suicídio não é a resolução de nenhum problema pois a vida não é o teu problema, o teu problema é a tua mãe. A melhor forma que tens de mostrar que venceste o teu problema é poderes mostrar-lhe que mesmo ela tendo sido assim contigo, tu deste a volta por cima e venceste na vida. Por isso volta a emagrecer (devido aos teus problemas de saúde, não leves a mal), arranja alguém que te ame e dá a volta por cima! Pela forma que te descreveste tu consegues dar a volta por cima

wpDiscuz