Balzaquiana, mas nada a comemorar

Breve relato da minha vida. Vou fazer 30 anos esse mês. Sem emprego, sem namorado há 7 anos, só namorei canalhas, minhas tentativas de relacionamento não deram certo, tenho uma mãe que sempre me tratou mal porque sou fruto de um relacionamento com um homem que ela odeia, não tenho amigos, fui diagnosticada com transtorno de personalidade borderline, já tentei me suicidar 2 vezes.

 

Reportar

Deixe um comentário

6 Comentários em "Balzaquiana, mas nada a comemorar"

Notificar-me sobre
avatar
4000
Cristal
Membro

Boa noite, convivo com uma pessoa com algumas questões parecidas com a sua. Minha esposa tem uma família difícil, sofreu abusos enquanto criança, o que a traumatiza até hoje, porém seguiu em frente, já tentou se matar mais de 1 vez, a qual em algumas delas eu estava presente e fui responsável por evitar e não importa as vezes em que tentei motivá-la, todos os estímulos como elogios aos seus atributos físicos, mentais, etc, além do constante companheirismo e amor devotados, ainda assim a mesma não melhorava e se sentia sempre péssima e para baixo. Há pouco tempo a mesma decidiu tratar-se com um psiquiatra, o qual lhe indicou um tratamento contra depressão com medicamentos. O resultado até o momento, visto que já dura mais de 2 meses é que a mesma voltou a se sentir confiante, entusiasmada com atividades e trabalho e com a vida de modo geral. Moral da história, não desista! Continue e por mais que a dor esteja presente, acredite que há alternativas para a melhora. Peço que não dê ouvidos a julgamentos depreciativos com o intuito de dizer que sua dor é frescura. Cada um tem sua dor e sabe a importância do que sente. Melhoras e fique bem!

Marco
Visitante

Vc tentou e não conseguiu ou seja, vc não quer se matar. Seja pragmática. Esqueça essas coisas de sonhos ou Deus. Veja quais são seus pontos fortes (físico, cognitivo) e fracos (os mesmos). E mude o jogo. E nunca esqueça, acabe com qualquer um que se meta em seu caminho, seja qual for. Vingança não é tudo mas … é 50%.

Cristal
Membro

Marco, seu comentário não ajuda em nada. Como citado pela autora do post, a mesma sofre de um transtorno mental grave e isso pode ter feito com que a mesma tentasse se matar. Ou seja, não se trata de uma frescura ou modinha, e sim de um sofrimento intenso que faz com que o indivíduo atente contra sua própria vida. Não pense que se matar é como tomar um copo d’água e não zombe da dor dos outros. Isso pode acontecer com qualquer um, inclusive com um parente próximo seu. E outra coisa, não adianta dizer a uma pessoa simplesmente o que ela deve fazer, porque isso pode fazer sentido para você, mas de acordo com a experiência da pessoa, pode ser algo inviável ou fora de cogitação, porque a percepção dela é outra.

Anonimo
Visitante

Bom, posso ser sincera? Voce esta focando muito no lado negativo, nao é possivel que nesses 30 anos nao tenham acontecido coisas boas. Tambem tenho um transtorno psicologico (bipolar) mas com os anos descobri que os remedios e terapia nao fazem tudo por si so, precisamos fazer nossa parte para melhorar. Isso so é possivel melhorando nosso ponto de vista e ao ver um problema ja procurar uma soluçao. Voce precisa ter pensamentos positivos para atrair coisas boas (mente positiva = vida positiva; mente negativa = vida negativa. Nao escolha ser uma vitima, muitos de nos temos transtornos psicologicos mas é a escolha de cada um em lutar para melhorar ou desistir e fracassar. Voce é nova, normalmente tem pelo menos uns 50 anos pela frente, entao escolha mudar hoje. Por voce. Voce sendo positiva vai encontrar mais pessoas assim pelo seu caminho e quem sabe um deles seja até o amor da sua vida.
Ninguem pode decidir por voce, entao escolha voce mesma dar uma virada positiva na sua vida. Nao foque no passado mas foque no presente trabalhando para o seu futuro ser melhor do que foi até hoje. Voce consegue. :)

Cristal
Membro

A questão é: será que estamos sempre no controle de nossos sentimentos e pensamentos? Eu tenho certeza que não, de modo que demora algum tempo até nos darmos conta e encarar o problema de frente, tem gente que nunca consegue encarar uma questão interior, não porque ela seja insolúvel, mas porque na percepção da pessoa, aquilo em questão é algo insolúvel, Então, encarar a vida de forma positiva ou negativa é algo que nem sempre está sob o nosso controle.

Charlies
Visitante

Não sei se você vai ver esse comentario mais o que tenho pra lhe dizer é que você não deve desistir dos seus sonhos então estabeleça objetivos pra sua vida e tente alcança-los e vença a batalha contra seus medos e não vale a pena tirar a própria vida e virar pó e ser esquecida então coloque pensamentos bons na sua mente e diga pra si mesma que vai conseguir vencer e não se preocupe em encontrar o amor da sua vida porque o que é seu estar guardado então ore pra Deus e peça forças para continuar vivendo pois você é única e não existe ninguem igual a você e acredite que vai vencer e os seus sonhos vão se realizar te desejo muitas forças ..
.

wpDiscuz