Desejo meu professor particular

Olá, tenho 19 anos. estou tentando vestibular pra um curso bem concorrido e tive a ideia de falar com meus pais pra contratarmos um outro professor para me dar aulas particulares. Antes disso eu tinha aulas com um senhor, mas já estava me assediando e eu estava odiando aquilo, achava super nojento, mesmo. Fiz umas pesquisas e meu irmão indicou um professor que ele tinha no cursinho, quando me falou seu nome eu imediatamente me lembrei dele, eu o achava bonito mas nada de mais, até tinha uma certa repugnância por ele fazer muitas brincadeiras na hora da aula, além dele ser casado, porém era/é um ótimo professor. E assim foi.

Falei com ele pelo telefone e marcamos a primeira aula, estudamos geometria analítica e nunca entendi um assunto com tanta facilidade como ele ensinou. Foi quase um milagre. Houveram outras aulas e passaram-se algumas semanas, até que certa vez, estávamos sentados juntos lado a lado, mas  tudo normal até que fui tirar uma dúvida e olhamos nos olhos, eu percebi a cagada e abaixei a vista, ficou um clima super estranho no ar, mas logo se dissipou. Tudo voltou ao normal.

Outras semanas se passaram e certo dia aconteceu uma coisa que lembro até hoje. Foi um dia no qual estava sem animo e meu rendimento estava baixo, ele também estava gripado e não foi um dia muito bom pra estudar. Na sala em que estudamos tem uma janela que parece um espelho só que com película, então meio que um espelho escuro, que fica de frente pra mesa onde estudamos e um banheiro que ele pediu pra usar, queria assoar o nariz. Eu indiquei a ele e como a água não saía mais pela torneira ele teve que usar o chuveiro, até achei engraçado o barulho que fazia pra assoar o nariz. Na verdade o achava muito engraçado, não tinha mais a antiga repugnância.

Foi quando ele saiu do quarto com o rosto molhado, não dei muita importância já que eu estava concentrada, ele virou de costas mas pelo reflexo da janela-espelho eu vi ele de costas levantando a camisa,o suficiente para ver suas costas torneadas, para enxugar o nariz e a boca. Foram dois segundos longos que apreciei mas abaixei o rosto antes que ele virasse e me visse o observando. Bom, não sou do tipo que fica excitada ao ver um pedaço de pele, na verdade preciso mais que ver, preciso de toque pra despertar alguma coisa, mas eu vi ele ali pertinho de mim, gostei. Desde então imaginava como seriam seus beijos, seus toques, nu.Imaginava se algum dia teria a sorte de tÊ-lo, mas tem um porém: o cara já é casado e não estou a fim de me envolver nem entrar num bote que só eu vou me dar mal. Também me coloco no lugar na esposa dele, e penso o quão arrasada ela ficaria. Então fico aqui na minha, nem um pouco a fim de relacionamento sério, esperando, talvez, não sei.

Da ultima vez que veio estava mais arrumado, até brinquei perguntado se ele vinha de algum casamento, pegou na minha perna, eu não sei se gostei, mas senti alguma coisa. Medo, eu acho. Estou gostando dele, conversamos sobre coisas mais pessoais, falei dos meus pais, ele fala de mim para o meu irmão, diz que sou muito boa e pego os assuntos rápido. Não faço a menor ideia do que pode acontecer, mas ao mesmo tempo que sinto uma vontade enorme de beijá-lo, também sinto culpa, me sinto errada. Adoro como ele me enche de segurança, levanta o astral e ensina matemática, mas não gosto do sotaque, nem das manias, dos vícios que comete na linguagem, as silabadas.

“Entendi, prof!” “Até mais, fica bem” “É claro que tá certo” 

 

Reportar

Deixe um comentário

2 Comentários em "Desejo meu professor particular"

Notificar-me sobre
avatar
4000
Mordecai
Membro

Também acho melhor você procurar um boy aí do seu cursinho. É como eu já disse: mulher tem mania de competir com outra mulher. Neste momento você está entrando em disputa com a esposa dele.

Thiagotorresbrpontocom
Visitante
Thiagotorresbrpontocom

Como já dizia o filósofo: “vai dar merda.”
Ou você é absurdamente, repito, A-B-SUR-DA-MEN-TE carente por gostar dele assim, ou é adolescente com hormônios saindo pelo nariz, ou as duas coisas.
Acorde dessa ilusão. Se ele for infiel e te der brecha, aí já é um problema dele. Mas existe outra pessoa nessa história: a esposa do indivíduo. Não faça com as pessoas o que não gostaria que fosse feito a você.

wpDiscuz