Tenho uma mãe que se porta como uma adolescente

Olá.

Tenho 19 anos e fui expulsa de casa há duas semanas. Deixe-me contar de uma forma melhor…

Desde pequena fui criada pela minha mãe e meu padrasto, meu pai nunca gostou muito de mim e me abandonou quando eu era pequena.

Meu padrasto é um homem maravilhoso, culto, calmo e compreensivo. Mas minha mãe… nunca deve ter ouvido a palavra compreensão.

Eu sempre dei apoio à ela para estudar, ela nunca quis terminar o ensino médio, para conversar, ela dizia que éramos amigas e que podíamos confiar uma na outra e sempre cuidei da casa.

Na minha família sou conhecida como a Cinderela, acho que isso já diz muito.

Nunca bebi, fumei, me droguei ou fugi de casa.

Contudo, faz dois anos que minha mãe se separou do meu pai – de todos os divórcios, esse foi o pior. – e nos mudamos para o centro.

Desde então, minha casa virou um entra e sai de homens, em sua grande maioria homens da minha idade, os quais ela insiste em me apresentar e não dura uma semana.

Não me entendam mal, acho legal que ela queira conhecer o amor, mas acontece que a casa só tem um quarto e ela me faz dormir na sala para ter relações com os garotos.

Tentei relevar tudo isso, justificando o divórcio dificil, continuei cuidando da casa, dela, que se portava como adolescente, e dos meus estudos.

O problema começou quando ela começou a namorar sério um garoto da minha idade que é um militar afastado – e se acha por isso- que insiste que é meu pai e quer opinar na minha educação, quando nossa diferença de idade é de 4 anos.

Não bastando isso, ele não contribui para casa e nem faz questão de ajudar com as tarefas domésticas.

Resolvi me refugiar em Deus e busquei formas de melhorar. Consegui um estágio remunerado, planejei minha faculdade e estava pronta para pensar em cursos.

Minha mãe não gostou muito, pois eu disse que:

1- Eu não queria seguir carreira militar. (O que ela insistiu que eu devia fazer)

2- Gostaria de conhecer mais o namorado dela.

3- Não gostava da forma que ela me tratava. (Palavras insultantes que ela fazia questão de me chamar na frente de todos)

Obviamente ela não ficou contente e me bateu, cuspiu em minha cara e me mandou embora.

Afirmou que não me reconhecia, que eu era ingrata e que era melhor eu ir pra casa do meu namorado. E, na manhã seguinte eu fui com o que pude carregar.

Quando voltei para pegar meus documentos, ela exigiu dinheiro em troca e chamou um pessoa armada alegando que eu estava a ameaçando. Expliquei para o homem que queria meus documentos e que ela estava com o dinheiro. Ele pegou e me entregou, sob ameaças.

O problema foi que ela começou a espalhar a versão dela para minha família – sorte que todos sabem como ela é, então não acreditaram – mas também contou para minha sogra que ela tentou ser compreensiva e que tentou me aconselhar. Minha sogra tomou partido dela e disse que sou muito nova e que preciso amá-la mesmo depois de tudo, pois ela é minha mãe.

Só que eu penso: até que preço eu preciso me doar mais para ela?

Ela sempre viveu de pensão, mesmo sendo nova – 38 anos- e podendo trabalhar.

Quando eu consegui algo, ela não sentiu orgulho.

Minha família me viu baixar a cabeça e não reagir a qualquer coisa que ela fizesse comigo.

Estou cansada…

Em meu trabalho tenho respeito, admiração… mas em minha casa…

No meu coração, entendo que ela é minha mãe e a amo. Mas minha razão me diz que como toda relação existente, mãe-filha também pode se degastar…

Foi então que todos disseram algo que me neguei em acreditar.

Ela tem inveja!

Não aceita que a fase jovem dela passou e namora com ele só pra se convencer de que é jovem.

Mas é só.

Enquanto eu, mesmo sendo bonita, sou inteligente, tenho dois diplomas e estou em rumo ao terceiro, falo espanhol avançado e tenho um namorado que está tão bem encaminhado como eu.

Tudo isso Graças à Deus que me deu orientação.

Bom… esta é minha confissão…

 

Reportar

Deixe um comentário

3 Comentários em "Tenho uma mãe que se porta como uma adolescente"

Notificar-me sobre
avatar
4000
Mordecai
Membro

Letícia, tenha certeza absoluta: De agora em diante sua vida só vai melhorar ! Afaste-se de sua mãe e de qualquer um de sua família que dê razão a ela. Só tome cuidado com sua sogra, essa pode puxar seu tapete. Não é o momento para você “bater de frente” com ela.

Thiagotorresbrpontocom
Visitante
Thiagotorresbrpontocom

Amar não é aceitar o que as pessoas fazem a elas mesmas ou a você. Você pode sim amar sua mãe e ainda assim se afastar dela.

Sua mãe claramente tem problemas psicológicos ou até psiquiátricos – uma vez que ela só se relaciona com homens recém saídos da adolescência.
O ambiente doméstico em que você se encontrava não estava te fazendo bem. Busque sua felicidade. Corra atrás dos seus sonhos. Se ela te procurar, converse. É difícil mas tente não guardar rancor pois isso também faz mal à sua alma. Deixe que ela viva da forma que lhe convém. E você, siga em frente. Boa sorte. Tudo de bom.

lynemaya
Membro

Oi Thiago, seus comentários são sempre sensatos….Parece uma pessoa inteligente… Pergunta pessoal? Qual sua idade?

wpDiscuz