Estou completamente apaixonada pela minha melhor amiga

Há 2 anos e meio me mudei da minha cidade no interior para fazer faculdade na capital, e fui morar em um pensionato para meninas por um tempo. Lá fiz amizades com muitas das meninas que moravam lá também, mas fiquei muito mais próxima de uma delas. Foi como se nós nos conhecêssemos há anos, vidas passadas, ou coisas do tipo. Foi tudo muito rápido.
Ela é daquelas pessoas que são difíceis de não gostar, sempre muito simpática com qualquer pessoa que seja, inteligente, sempre bem humorada, esforçada pra conseguir realizar seus sonhos. Enfim, com o tempo me apaixonei, e não consigo imaginar alguém não se apaixonando por ela. Com o tempo, e com a proximidade que temos, é impossível não criar uma certa intimidade, mas nada muito além do normal para uma amizade entre duas meninas. Fui me acostumando com jeito dela, sempre muito carinhosa, e atenciosa.
Eu sou uma pessoa muito tímida, não costumo demonstrar carinho por alguém, seja quem for, então sou muito reservada. Com o passar do tempo fui notando certas atitudes dela comigo. Ela começou a me abraçar com mais frequência, fazer cafuné, me dar um beijo de bom dia antes de sair de manhã, sentar entre minhas pernas no sofá pra assistir TV. Até ai não achei nada muito fora do normal, apenas um carinho a mais, mas nada que me fizesse pensar que ela sentia algo a mais por mim. Até que um dia, me lembro que era um sábado, ela entrou no meu quarto de manhã, como de costume, mas, diferente de outros dias, ela se deitou comigo, de conchinha, e me deu um cheiro no pescoço, que nunca tinha feito antes, e apenas ficou lá, sem dizer nada, por um tempo e depois saiu. Depois desse dia surgiu a duvida, “será que ela gosta de mim também?”.
A complicação dos fatos é que ela é hétero, sempre fala dos ex namorados, dos ficantes.
Quando a conheci ela estava solteira. Um ano depois começou a sair com um garoto e começou a namorar, me lembro de ter ficado em pedaços, o dia que ela me contou eu estava na minha cidade, onde morava antes, para ver minha família. Passei a noite chorando. Quando voltei pra casa, onde moro com ela, ela percebeu minha tristeza e meu afastamento, chegou até a falar que terminaria com ele por mim, que ninguém era mais importante pra ela do que eu. Uma semana depois eles terminaram, mas não por minha causa, afinal eu queria mesmo é que ela fosse feliz, seja lá com quem fosse, porque amar, no final de tudo, é querer o bem do outro. Depois disso as coisas continuaram como sempre foram, ela sendo carinhosa comigo como sempre foi, fazendo as mesmas coisas, pegando minha mão pra andar de mãos dadas na rua, me mandando beijos, falando que me ama. Coisas que não sei ligar quando acontecem por não saber o que significa pra ela, se é apenas amizade, ou algo a mais.
Há 2 meses as coisas começaram a mudar. Ela reencontrou um amigo de longa data com quem não tinha mais contato há anos, e começaram a ficar. Dessa vez eu acho que não vai passar tão rápido, dessa vez acho que vai ser pra valer se virar namoro.
O fato é que, ela pode estar se relacionando com quem for, as atitudes dela comigo não mudam, eu sinto que não são apenas carinhos de amizade, que são coisas a mais, mas que ela está confusa demais pra admitir pra si mesma, e eu não estou aguentando mais essa situação toda. Dela vivendo a própria vida, ficando com outra pessoa, e ao mesmo tempo me tratando desse jeito, me mantendo apegada. Eu me apaixono cada dia mais por ela, o que tem me deixado irritada. Comecei a me afastar,mesmo sendo difícil pois ainda moramos juntas, comecei a não dar mais tanta atenção a ela, pra tentar me desapegar, comecei a não segurar mais as coisas que me irritam nela, o que acabou gerando uma briga. Ela percebeu tudo isso e começou a correr um pouco atrás. Um dia desses de manhã (depois de uma briga nossa) ela me mandou mensagem de bom dia, pois não passou o fim de semana em casa, e disse que ainda não havia levantado da cama, e eu disse que também não, em resposta a isso ela disse: “vem cá, eu gosto de você na minha cama”. São coisas como essas que me deixam confusa, e com raiva ao mesmo tempo, por não saber o que ela quer. Já estou desgastada com tudo isso.
Tenho medo de finalmente tomar uma atitude, pra acabar com toda essa angustia, contar pra ela tudo o que eu sinto, e acabar perdendo a melhor amiga que já tive na vida.

 

Reportar

Deixe um comentário

3 Comentários em "Estou completamente apaixonada pela minha melhor amiga"

Notificar-me sobre
avatar
4000
Daniele
Visitante

Boa tarde!
Estou passando por essa confusão a 2 anos, tenho uma melhor amiga que somos unha e carne, sempre estamos juntas, eu tenho 27 anos e ela 31, nossa amizade tem uma ligação maravilhosa. Ha 1 ano um amigo percebeu meu interesse e falou para ela , estavamos na minha casa bebendo e ele contou e ela disse que sabia, no dia seguinte conversei com ela sobre o assunto via whatzapp ela não ficou com raiva e disse q me entendia mais não era o era queria pra ela, que ela gostava era de homem mesmo.
Continuamos convivendo, ela saiu com varios carinhas mais desde que a conheço ela não namorou ninguém, e também diz que não quer namorar. Fomos em uma festa de formatura e bebemos muito, percebi um clima, ficavamos só em lugar afastado da festa, mais nada acontecia, isso me encheu de certeza que existe algo. A 3 dias tivemos uma discussão, ela saiu com um rapaz e eu fiquei com muito ciumes, mas eu disse q não era ciumes e ela entendeu.
Ela achaque o sentimento passou que eu não amo mais, gosto muito dela, deixo ela livre pra ser feliz, mas o sentimento existe, convivo bem com isso até certo ponto, mas a 1 ano atras ela sempre dizia q aceita o fato de eu gostar dela, disse q me ajuda a resolver e não quer se afastar. E agora o que devo fazer? conversar com ela esclarecer novamente? não ter medo de ela mudar? Será que existe possibilidade dela também gostar de mim? Me ajudem por favor

Mordecai
Membro

Se ela gostasse de você, ela já tinha te pegado já que você já deu todas as chances possíveis. Ela não quer ser grossa e perder a sua amizade, mas se você continuar insistindo, é isso que vai acontecer.

Membro

Então, vamos lá!

Aqui vai o conselho de alguém que já passou por essa situação: ame-a ou deixe-a.
Quando eu digo isso, me refiro ao fato de você dizer a ela como se sente e correr o risco de perdê-la ou apenas deixar de mão sem se arriscar, mantendo apenas a amizade.

Sei que o fato de vocês morarem juntas eleva o nível de complicação a um patamar maior, mas não há jeito. Não dá para viver nessa situação “ilusória” por muito tempo, não é saudável.

Há pouco tempo eu passei por uma situação parecida com minha amiga.

Eu sou lésbica assumida e já havia confessado para essa minha amiga que cheguei a me masturbar e ter sonhos eróticos com ela. Pois bem, parece que ela usa essa situação contra mim.

Suas provocações foram desde strip-tease para um garoto (amigo nosso) por vídeo chamada (eu estava como celular) enquanto eu estava no quarto (ela praticamente rebolou na minha cara) até chegar ao ponto limite de se masturbar debaixo do mesmo cobertor que eu enquanto eu estava supostamente dormindo.

Ela afirma que sou a namorada dela, mas sem sexo enquanto fica com zilhares de caras por aí, ou seja, não passa de provocações porque ela sabe que mexe comigo de alguma maneira.

Pelo o que pude ler da sua situação, sua amiga não chega a esse nível e talvez viva com você uma coisa mais sentimental, só que você não pode se privar da sua vida em prol dela.

Já pensou em provocá-la para ver como ela reage? Ou até mesmo fazer ciúme? Caso opte por ciúmes, procure alguém que não vá se apegar a você porque ferir sentimentos alheios não é legal.

Caso quiser conversar sobre o assunto, estou aqui (se bem que não sei que há a opção de mensagem privada nesse site).

Boa sorte, mana!

wpDiscuz