Sofri estupro na infância e até hoje convivo com essa pessoa

Vou contar o que contei a poucas pessoas! Era uma criança normal e feliz e como a maioria das crianças, sem maldade, estava brincando com meus primos cerca de 6 crianças e 1 adolescente ele era 6 anos mais velho que eu, empinávamos arraia e todos querendo da um “jogo” só que uma arraia foi cortada e ficamos todos muito eufóricos para pegar a arraia, finalmente ela caiu na escada do vizinho e meu primo tinha chave que dava acesso a escada do vizinho, todos pedindo ao meu primo mais velho pra ir com ele pegar a arraia inclusive eu, pois nunca tinha se passado nada e eu nem sabia que existia sexo e vim entender o que era só mais tarde, continuando… todo pedia pra ir com ele e ele falou “só vai Cristine comigo” e eu fiquei feliz mas ao mesmo tempo algo me soou estranho, pois ele nunca foi gentil ou me escolheu pra nada, hoje sei que era meu sexto sentindo me avisando do perigo, e então subimos um lance de escada e no segundo já não dava pra os meus primos (crianças) nos ver mais, foi quando ele me jogou na parede e afastou minha calcinha, eu criança e assustada tentei sair mas ele disse pra eu ficar quieta e não falar pra ninguém porque eu iria apanhar, eu como sempre tive muito medo de apanhar fiquei quieta, ele me violentou ali, foi rápido e não sentir dor ele mandou eu me vestir e reforçou “não fale a ninguém se não você vai apanhar”.
Quando fui tomar banho vi sangue na calcinha e pensei que tinha me cortado, pois nem sabia o que era menstruação, e gritei do banheiro, mãe posso lavar minha calcinha e ela na cozinha da casa de minha vó paterna disse que sim, tenho tanto raiva desse dia pois ela que me dava banho e justamente no dia que eu precisava que ela fosse me ver ela não foi. Mas o pesadelo não parou por aí, pois toda vez que ele tinha chance ele tentava de novo… uma vez estava na casa de minha vó, ele e dormia ao lado do quarto dos meus avós e eu trancava a porta pra ele não entrar, só que ele entrava pela janela que eu fechava e não sabia como, já não aguentava aquilo e chorando no quarto pensando que ele ia me estuprar mais uma noite, tranquei a porta e sentei na cama e fiquei olhando a janela fechada sem entender, ai vi um náilon, que estava pra fora da janela que estava preso na fechadura dei um pulo de alegria e desamarrei o náilon e no meio da madruga ele tentou entrar só que não conseguiu e todas as noite ele colocava e eu tirava antes de dormir. Crescemos e nunca mais ele encostou em mim, falo com ele mas nunca comentei o assusto e ele tbm não teve a cara de pau de falar nisso até hoje.

 

Reportar

Deixe um comentário

4 Comentários em "Sofri estupro na infância e até hoje convivo com essa pessoa"

Notificar-me sobre
avatar
4000
Edu
Visitante

Como tem estuprador, canalhas, lixos vermea humanos nesse país. Infelizmente essa escória é chamada de “homem”, e depois somos todos vistos com desconfiança e julgados da pior forma. Esses vermes deveriam ser apedrejados.

Membro

Conta pra todo mundo da família. Joga a merda no ventilador, toque o foda-se com ele assim como ele fez com você. Depois procure um psicologo.

ilusion
Membro

Passei por esse problema e não e facil e algo que nos macula, e infelizmente isso nunca vai ser esquecido oq o psicologo pode tentar e fazer com que voçê supere isso e siga em frente.mas no meu caso eu sinto cada vez que to indo ao pisicologo eu percebo como se fosse tentar apagar com borracha uma palavra escita com tinta de caneta,eu espero q vc siga em frente no meu caso n consigo,mas força vc consegue superar não precisa comentar isso com sua familia e algo que causaria a voçê muita esposição isso n seria bom procure assistencia social da sua cidade eles te encaminharam ao pisicologo..espero ter ajudado….

Thiagotorresbr
Visitante

Enquanto você vir e ter qualquer contato com essa pessoa sua recuperação desse trauma será impossível. Sugiro que, mesmo sendo difícil pra você, se abra com alguém. Melhor ainda se fosse com um/uma terapeuta.

Não sei sua idade mas no Brasil esse crime não prescreve. Você ainda poderia denunciar ele.

Se afaste dele de uma vez por todas. E faça acompanhamento psicológico para ter sua recuperação emocional.
Boa sorte.

wpDiscuz