Como me tornei uma pessoa miserável

Como foi que me tornei alguém tão miserável? Eu não aguento sentir tanta raiva todos os dias. Raiva que me consome, raiva que explode e chama minha atenção. Eu nunca jamais em minha vida fui mal com alguém e nunca me deixei levar pela raiva. Mas ao que parece, isso fez com que toda a minha raiva se acumulasse dentro de mim. E agora, explode de dentro. Eu me sinto repugnante. Cada vez que sinto essa raiva, ela sussurra nos meus ouvidos como eu deveria agir e me dá satisfação de imaginar, embora seja horrível. Eu não aguento viver assim. Eu fingia ser uma pessoa feliz que agradava a todos, e isso me custou tudo! Eu não consigo mais me olhar no espelho e ver alguém digno. Já perdi completamente o contato com Deus e me sinto perdido. Essa raiva só cresce. Eu estou descobrindo que sou uma pessoa ruim, e não estou conseguindo reverter a situação. Conforme o tempo passa, mais raiva eu tenho, mais amargura eu tenho, e mais infeliz eu me torno. Eu pequei, e continuo pecando. Eu não consigo me consertar. Não consigo me libertar. Será que existe algo que possa mudar a forma como eu me sinto. Me ver como uma pessoa violenta e amarga só me deixa decepcionado, e isso decepciona quem está ao meu lado também. Se alguém que estiver lendo isso tem alguma opinião, seja ela qual for, e esteja com vontade de responder, gostaria de que fosse completamente sincero. Mesmo que seja para me julgar, não vejo problemas, apenas quero sinceridade. Confesso que estou me tornando o que eu mais lutei para não me tornar.

 

Reportar

Deixe um comentário

3 Comentários em "Como me tornei uma pessoa miserável"

Notificar-me sobre
avatar
4000
Paulo Roberto
Visitante

Max, na minha opinião, raiva é uma consequência, ela não brota do nada. Faça a seguinte pergunta: Por que tanta raiva? estou com raiva de quem?… e por que? Veja se o fato que te levou a ter tanta raiva é relevante e se não for, bota esse fato no lugar onde ele deve estar: no esquecimento e bola pra frente. A vida e cheia de frustações, desencontros e é necessário aprender com as decepções. Sentimentos como raiva, inveja, ganância eu não desejo ao meu pior inimigo. Um dia eu li no para-choque de um caminhão o seguinte dizer: A inveja é um sentimento benigno, ele mata seu hospedeiro….Pura verdade. Somente vc perde….Abraço.

Daniel
Visitante

Caro Max, só o fato de vc reconhecer seus atos são motivos pra vc ver q vc não é uma pessoa ruim, sabe tem épocas da vida da gente q nós nos perdemos, ou desviamos, isso não quer dizer q vc é uma má pessoa, talvez vc esteja estressado por viver de aparências como vc fala que fingia ser uma pessoa feliz pra agradar a todos, cara isso q ta errado, vc tem q ser feliz sem se preocupar com os outros, somente se é capaz de fazer bem ao próximo fazendo o bem pra você primeiro, quanto o seu contato com Deus, não tá perdido Ele ta ai do seu lado, pode ter certeza, eu te confesso q não rezo essas orações prontas, eu tenho meu jeito próprio de comunicação com Deus, Ele sabe meus pecados, sabe como sou um ser humano tão falho e mesmo assim Ele não desisti de mim e não vai desistir de vc, acredita nisso, Ele nos criou pra amar e ser amado e tbm sermos felizes, vai em busca do q te faz feliz, sem se preocupar com os outros, se ame, se admire, fala com Deus, mostra pra Ele o q tem q ser mudado em vc! Acredite vale a pena!
Fica com Deus espero ter ajudado!

Sra. XoXo
Visitante

Vc falou muita coisa mas na real não disse nada, porque vc está sentindo essa raiva? o que aconteceu ou está acontecendo, como vc chegou nesse estado? Todos temos tempos difíceis, sempre temos algumas batalhas a vencer, me explique melhor, vamos conversar.

wpDiscuz